A mostra “Percursos vividos - Encontro das Culturas Odivelenses” é aberta ao público com presença de comitiva portuguesa


Rosa Helena Neves (Diretora Executiva do ESJL), Mauro Chagas (prefeito de São Caetano de Odivelas) e Edgar Villas (vice-presidente da Câmara de Odivelas em Portugal) na abertura da Mostra "Percursos vividos - Encontro das Culturas Odivelenses"

O Espaço São José Liberto recebeu na última terça-feira, 19, a visita de uma comitiva das cidades de Soure e Odivelas de Portugal. Os portugueses conheceram o Espaço São José Liberto com visita guiada por Patrícia Quemel e com acolhimento da Diretora Executiva do ESJL Rosa Helena Neves. A comitiva era formada por Mário Jorge da Costa Rodrigues (presidente da Câmara Municipal de Soure), Mário João Lourenço Gomes (chefe de Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Soure), Edgar Luís Valles (Vice-presidente da Câmara Municipal de Odivelas) e João Paulo Antônio (vereador), acompanhados pelo prefeito de São Caetano de Odivelas, no Pará, Mauro Rodrigues Chagas.

O grupo esteve visitando o Pará para conhecer a cidade de São Caetano de Odivelas chamada de “cidade-irmã” de Odivelas, em Portugal, por estarem ligadas não apenas pelos nomes, mas também pela história e cultura. Na ocasião, também foi inaugurada a mostra “Percursos vividos - Encontro das culturas odivelenses”.

Mostra "Percursos Vividos" no Salão de Exposição do ESJL
Diretora Executiva do ESJL no Museu de Gemas
com a comitiva portuguesa
“É uma geminação de cidades-irmãs entre Odivelas de Portugal e São Caetano de Odivelas no Pará porque as pessoas que fundaram São Caetano de Odivelas eram de Odivelas de Portugal”, explica Mauro Rodrigues Chagas, prefeito do município paraense. “Nós estamos fazendo um intercâmbio muito grande, nós já levamos nosso grupo folclórico alguns músicos para Portugal e hoje eles estão aqui com a gente para ver o que nós temos de bom na cultura de São Caetano”, conclui Mauro.

Para Edgar Villas, vice-presidente da Câmara Municipal Odivelas, em Portugal, a oportunidade de encontrar e conhecer uma cidade homônima é fantástica: “ficamos muito felizes, falar do nosso mosteiro, do nosso rei e ficamos de fato muitos felizes, tem sido uma grande surpresa, uma amizade que tem vindo a crescer ao longo do tempo”. Sobre o encontro entre culturas, Edgar se demonstra encantado: “eles estiveram lá em Portugal com a banda, com o Boi Tinga e agora temos essa oportunidade de conhecer no Polo Joalheiro é fantástica, nós agradecemos poder mostrar aqui um pouco do nosso patrimônio e da nossa história”. O grupo também visitou as cidades de São Caetano de Odivelas e Soure durante o período que estiveram no Estado do Pará.




Não deixe de comentar essa matéria! Seu comentário é importante para nós.

Comentários



Postar um comentário

Postagens Antigas
Inicio
Contador acessso